Variabilidade espacial da produtividade, perdas na colheita e lucratividade da cultura de soja

Juan Jose Bonnin Acosta, María Gloria Cabrera, Rubén Franco Ibras, Jorge Daniel González, Sérgio Manuel Chamorro, Jorge Escobar

Resumo


A agricultura de precisão é uma importante ferramenta para maximizar a produção. Nela mapas de produtividade indicam a localização de áreas críticas, ajudando a fazer intervenções localizadas, a fim de aumentar a produtividade e consequentemente a rentabilidade. Objetivou-se avaliar a variabilidade espacial da produtividade, perdas quantitativas na colheita mecanizada e a lucratividade em área de produção de soja. Realizou-se um levantamento de dados georreferenciados em uma área de 20,90 ha. Foram utilizadas técnicas geoestatísticas para a determinação da variabilidade espacial. A dependência espacial foi moderada para todos os parâmetros estudados, observando-se regiões com maior ou menor variabilidade espacial na produtividade, nas perdas quantitativas de grãos e na lucratividade. A produtividade média foi de 3.748,63 kg.ha-1 e 67,65 % da área total apresentou patamares de produtividade de 3.254,05 a 3.609,91 kg.ha-1 e de 3.609,91 a 3.965,91 kg.ha-1. As perdas totais de grãos encontrados por ocasião da colheita foram baixas (49,59 kg.ha-1). A lucratividade média foi 1.252,54 $.ha-1, com duas regiões representativas de lucro de 1.187,20 a 1.354,78 $.ha-1 e de 1.019,62 a 1.187,20 $.ha-1, correspondente a 67,65 % da área total. Pode-se dizer que a semelhança na variabilidade espacial dos mapas de produtividade e lucratividade ocorre por este último ter sido confeccionado a partir de dados de produtividade, o que permitiria ao produtor investigar os motivos das baixas produtividades, sugerindo eventualmente um estudo da fertilidade do solo, no intuito de encontrar e corrigir o problema que levou às baixas produtividades, a fim de melhorar a relação custo/benefício, tendo como resultado um maior lucro.

Palavras-chave


Agricultura de precisão. Distribuição espacial. Rentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUILA, L. S. H.; AGUILA, J. A.; THEISEN, G. Perdas na colheita da cultura da soja. Comunicado Técnico 271. Embrapa Clima Temperado, 12p. 2011.

ALVES SOBRINHO, T.; HOOGERHEIDE, H. C. Diagnóstico de colheita mecânica da cultura de soja no município de Dourados - MS. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 27, 1998, Poços de Caldas. Anais... Lavras: Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, p.52-4, 1998.

ALVES CAVALHEIRO, G.; WUNSCH, C. A.; GANASCINI, D.; RENOSTO, L.; GURGACZ, F. Perda de grãos na colheita mecanizada das culturas de soja e milho. In: I encontro anual de iniciação científica, tecnológica e inovação. Anais... Cascavel-PR, 2015,

AMADO, T. J. C.; SANTI, A. L.; MOREIRA, J. H.; SOUZA, L. A. Variabilidade espacial e temporal da produtividade de culturas sob sistema plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 8, p. 1101-1110, 2007

BORGES, J. O.; MACIEL, A. J. S.; MILAN, M. Programa computacional para o dimensionamento de colhedoras considerando a pontualidade na colheita. Revista Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 26, n. 1, p. 131-141, jan./abr., 2006.

BOTTEGA, E. L.; SOUZA, C. M. A.; RAFULL, L. Z. L.; QUEIROZ, D. M. Avaliação de uma colhedora e da qualidade de sementes de forragem colhidas por varredura. Revista Ciências Exatas e da Terra e Ciências Agrárias, Campo Mourão, v. 9, n. 1, p. 10-20, 2014.

BRAGACHINI, M.; PEIRETTI, J. Instructivo para medir pérdidas durante la cosecha de soja. INTA PRECOP II. EEA INTA Manfredi. 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2015.

BRUSCO, J., et al. Mapas de lucratividade da soja em sistemas de cultivo agricultura de precisão e cultivo convencional. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA DE PRECISÃO, Anais... Sete Lagoas, MG: 2005.

CAMBARDELLA, C. A.; MOORMAN, T. B.; NOVAK, J. M.; PARKIN, T. B.; KONOPKA, A. E. Field scale variability of soil properties in Central Iowa soils. Soil Sci. Soc. Am. J. p.1501-1511, 1994.

CÂMARA, G. M. S.; HEIFFIG, L. S. Soja: Colheita e Perdas. Piracicaba, SP, Brasil. Edição especial, p. 36, 2006. Disponível em: < http://www.esalq.usp.br/biblioteca/PUBLICACAO/Serie%20Produtor%20Rural%20Especial303 %20-%20Soja%20Colheita%20e%20Perdas/soja.pdf>. Acessado em: 25 jan. 2015.

CAMPOS, M. A. O.; ROUVERSON, P. S.; CARVALHO FILHO, A.; MESQUITA, H. C. B.; ZAMBANI. S. Perdas na colheita mecanizada de soja no Estado de Minas Gerais. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 25, n. 1, p. 207-213, 2005.

COMPAGNON, A. M.; SILVA, R. P.; CASSIA, M. T.; GRAAT, D.; VOLTARELLI, M. A. Comparação entre métodos de perdas na colheita mecanizada de soja. Revista Scientia Agropecuaria, Trujillo, v. 3, n. 3, p. 215 – 223, 2012.

CAMOLESE, H. S.; BAIO, F. H. R.; ALVES, C. Z. Perdas quantitativas e qualitativas de colhedoras com trilha radial e axial em função da umidade do grão. Brazilian Journal of Biosystems Engineering. Chapadão do Sul, MS, Brasil. v. 9. p. 21-29, 2015.

CARVALHO, J.R.P.; SILVEIRA, P.M.; VIEIRA, S.R. Geoestatística na determinação da variabilidade espacial de características químicas do solo sob diferentes preparos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, p. 1151-1159, 2002.

CHIODEROLI, C. A.; SILVA, R. P.; NORONHA, R. H. F.; CASSIA, M. T.; SANTOS, E. P. Perdas de grãos e distribuição de palha na colheita mecanizada de soja. Revista Bragantia, Campinas, v. 71, n. 1, p. 112-121, 2012.

CAPECO - Cámara Paraguaya de Exportadores y Comercializadores de Cereales y oleaginosas. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2015.

COSTA, N. P.; PEREIRA, L. A. G.; FRANÇA NETO, J. B.; HENNING, A. A.; KRZYZANOWSKI, F. C. Efeito da colheita mecânica sobre a qualidade de semente de soja. Revista Brasileira de Sementes. 18:232-237, 1996.

CUNHA, J. P. A. R.; ZANDBERGEN, H. P.; DIEHL, S. R. L; JUNQUETTI, M. T. Perdas na colheita mecanizada da soja na região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Bioscience Journal, Brasil. v. 23, p. 61-66. 2007.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Determinação de perdidas na colheita de soja: copo medidor da Embrapa. Londrina, PR, Brasil. p. 29, 2013.

EMATER - Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural. Perdas na colheita mecanizada da soja – Safra 2004/2005. Levantamento para estudo de casos. Curitiba, p. 15, 2005.

FERREIRA, I. C.; SILVA, R. P.; LOPES, A.; FURLANI, C. E. A. Perdas quantitativas na colheita de soja em função da velocidade de deslocamento e regulagens no sistema de trilha. Engenharia na Agricultura, Viçosa, MG, v. 15, n. 02, p. 141-150, Abr/Jun., 2007.

FREDDI, O.S.; CARVALHO, M.P.; VERONESI JÚNIOR, V.; CARVALHO, G.J. Produtividade do milho relacionada com a resistência mecânica à penetração do solo sob preparo convencional. Engenharia Agrícola. v. 26: 113-121, 2006.

GIORDANO, J. M.; SOSA, N.; BRAGACHINI, M. Pérdidas de cosecha de trigo y soja, en función de la evolución tecnológica de las cosechadoras y la importancia de su regulación diaria. X Congreso Argentino de Ingeniería Rural y II del MERCOSUR. Resumen extendido, Rosario, Santa Fe, Argentina, 2009,

HOLTZ, V.; REIS, E. T. Perdas na colheita mecanizada de soja: uma análise quantitativa e qualitativa. Revista Ceres, Viçosa, v. 60, n. 3, p. 347-353, mai/jun, 2013.

IICA - Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2015.

INTA Manfredi. 2013. Las pérdidas de cosecha de soja impactan hasta en 40 % del margen neto de producción. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2016.

ISAAKS, E. H.; SRIVASTAVA, R. M. An introduction to applied geostatistics. Oxford University Press, New York, p. 561,1989.

JOHANN, J.A.; URIBE-OPAZO, M.A.; SOUZA, E.G.; ROCHA, J.V. Variabilidade espacial dos atributos físicos do solo e da produtividade em um Latossolo Bruno Distrófico da região de Cascavel, PR. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 8, n. 2/3, p. 212- 219, 2004.

LAMBERT, D.; LOWENBERG, J; MALZER, G. Economic analysis of spatial- temporal patterns in corn and soy bean response to nitrogen and phosphorus. Agr. Journal, Madison, n. 1, p.43-54, 2006.

LANÇA RODRIGUES, J.; ALMEIDA MONTEIRO, L.; OLIVEIRA, C.; SILVEIRA DE OLIVEIRA, E.; MAZETTO, E. Avaliação de perdas na colheita de soja na região de Paraguaçu Paulista - SP. X Congreso Argentino de Ingeniería Rural y II del Mercosur. Rosario, Argentina. 238:245, 2009.

LÓPEZ, G. O. Clasificación de suelos de la región oriental. Paraguay MAG. Esc. 1:500.000. 1995.

MAGALHÃES, S. C.; OLIVEIRA, B. C.; TOLEDO, A.; TABILE, R. A.; SILVA, R. P. Perdas quantitativas na colheita mecanizada de soja em diferentes condições operacionais de duas colhedoras. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 5, n. 25, p. 43-48, 2009.

MANTEUFEL, M. A. Avaliação de desempenho de duas plataformas de corte para colhedoras de grãos. 2012. 84 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica). Faculdade de Horizontina, Horizontina, RS, Brasil. Disponível em: . Acessado em: 10 jan. 2016.

MANTOVANI, E. C. Agricultura de precisão na Embrapa. Brasília: [s.n.], 2006. 8p. Disponível em: . Acessado em: 10 nov. 2015.

MESQUITA, C. M.; COSTA, N. P.; QUEIROZ, E. F. Influência dos mecanismos das colhedeiras e o manejo da lavoura de soja (Glycine max (L.) (Merril) sobre as perdas na colheita e a qualidade das sementes. In: 9o Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola. Anais... Campina Grande, Universidade Federal da Paraíba. p. 261-273, 1980.

MESQUITA, C. M.; COSTA, N. P.; MANTOVANI, E. C.; ANDRADE, J. C. M. de A.; FRANÇA NETO, J. B.; SIVA, J. G.; FONSECA, J. R.; PORTUGAL, F. A. F.; GUIMARÃES SOBRINHO, J. B. Manual do produtor: como evitar desperdício nas colheitas de soja, do milho e do arroz. Londrina: Embrapa Soja, 1998. 31 p.

MESQUITA, C. M. et al. Caracterização da colheita mecanizada da soja no Paraná. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 21, n. 2, p. 197-205, 2001.

MESQUITA, C.M. et al. Perfil da colheita mecânica da soja no Brasil. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 22, n. 3, p. 398- 406, 2002.

MESQUITA, C.M.; HANNA, M.A.; COSTA, N.P. Crop and harvesting operation characteristics affecting field losses and physical qualities of soybeans. Applied Engineering in Agriculture. v. 22, p. 325-333, 2006.

MILANI, L.; SOUZA, E.G.; URIBE-OPAZO, M.A.; GABRIEL FILHO, A.; JOHANN, J.A.; PEREIRA, J.O. Unidades de manejo a partir de dados de produtividade. Acta Scientiarum Agronomy. v. 28, p. 591-598, 2006.

MOLIN, J. P.; BORÉM, A.; GIÚDICE, M. P.; QUEIROZ, D. M.; MANTOVANI, E. C.; FERREIRA, L. R.; VALLE, F. X. R.; GOMIDE, R. L. Geração e Interpretação de Mapas de Produtividade para Agricultura de Precisão. In: Agricultura de Precisão. Anais... Universidade Federal de Viçosa, p. 237-258, 2000.

MOLIN, J. P. Definição de unidades de manejo a partir de mapas de produtividade. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 22, n. 1, p. 83-92, 2002.

MOLIN, J.P.; MILAN, M.; NESRALLAH, M.G.T.; CASTRO, C.N. GIMENEZ, L.M. Utilização de dados georreferenciados na determinação de parâmetros de desempenho em colheita mecanizada. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 26, n. 3, p. 759-767, set./dez., 2006.

PEREIRA, J. P.; REZENDE, P. M.; MALFITANO, S. C.; LIMA, R. K.; CORRÊA, L. V. T.; CARVALHO, E. R. Efeito de doses de silício sobre a produtividade e características agronômicas da soja (Glycine max). Ciência e Agrotecnologia, n 34: 908-913, 2010.

PINHEIRO, P. P.; PINHEIRO, M, G. Fortuna perdida. Cultivar Máquinas. Porto Alegre, v. 11, n. 117, p. 8-12, 2012.

PORTELLA, J. A. Colheita de grãos mecanizada: Implementos, manutenção e regulagem. Aprenda Fácil. Viçosa. 190p. 2000.

REGONAT, A. Factores de manejo que inciden en la eficiencia durante la cosecha de soja. Precios, costos y márgenes. Hoja Informativa Económica para ayudar en las decisiones de su empresa N° 27. EEA INTA Reconquista. 4 pp. 2007

REYNALDO, E. F.; MACHADO, T. M. Avaliação de perdas de uma colhedora axial na colheita da soja. In: XLIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA – CONBEA... São Pedro – SP, Brasil, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2016.

ROSA FILHO, G.; CARVALHO, M. P. E; ANDREOTTI, M.; MONTANARI, R.; BINOTTI, F. F. S.; GIOIA, M.T. Variabilidade da produtividade da soja em função de atributos físicos de um latossolo vermelho distroférrico sob plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo. v. 33, p. 283-293, 2009.

SCHANOSKI, R; RIGHI, E. Z.; WERNER, V. Perdas na colheita mecanizada de soja (Glycine max) no município de Maripá. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v. 15, n. 11, p. 1206–1211, 2011.

TOLEDO, A. D.; TABILEII, R. A.; SILVA, R. P.; FURLANI C. E. A.; MAGALHÃES, S. C; COSTA, B. O. Caracterização das perdas e distribuição de cobertura vegetal em colheita mecanizada de soja. Revista Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 28, p. 710-719, 2008.

USDA - Departamento de Agricultura de Estados Unidos. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2016.

VIEIRA, S.R.; PAZ GONZÁLEZ, A. Analysis of the spatial variability of crop yield and soil properties in small agricultural plots. Revista Bragantia, Campinas, v. 62, p. 127-138, 2003.

VIEIRA, S. R. Variabilidade espacial de argila, silte e atributos químicos em uma parcela experimental de um latossolo roxo de Campinas (SP). Bragantia, Campinas, v. 56, n. 1, p. 1-17, 1997

VIOLA, M; ZANDONADI, R. S.; RUFFATO, S.; DA MOTA, B. L.; FABIANO SILVA BARBOSA. Perdas na colheita mecanizada de soja nas regiões nordeste e médio-norte do mato grosso. Apresentado no XLIV Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola - CONBEA, São Pedro – SP, Brasil, 2015.

WARRICK, A. W; NIELSEN, D. R. Spatial variability of soil physical properties in the field. 1980.

WOLFF, R. L.; TONINI, E. Fatores relacionados com perdas de soja na colheita e suas implicações para a extensão rural. Revista Centro Ciências Rurais. V. 5: 281-285, 1975.

ZANDONADI, R. S.; RUFFATO, S.; FIGUEIREDO, Z. N. Perdas na colheita mecanizada de soja na região Medio-Norte: safra 2012/2013. Revista Pesquisas Agrárias e




DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v10n120181050

Apontamentos





Direitos autorais 2018 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.