Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O trabalho é inédito e não está sob avaliação de outra publicação além da Agrogeoambiental?

    Se estiver, marque essa opção e justifique em "Comentários ao editor". Assim poderemos considerar se analisaremos ou não o seu trabalho.

  • O arquivo está em formato odt (Open Document Text) ou doc (Microsoft Word 1997-2003)?

  • O idioma do trabalho é o inglês?

    Se o manuscrito estiver em outro idioma, os autores comprometem-se a traduzi-lo, caso seja aceito para publicação?

    IMPORTANTE: o serviço de tradução deve ser realizado por profissional ou empresa que garanta o conhecimento do idioma e também dos termos técnicos da área.

  • O texto segue o que estabelecem as Diretrizes para autores da Revista?
  • O trabalho foi aprovado pelo comitê de ética e biossegurança da instituição, quando necessário?
  • Antes de finalizar seu trabalho, você checou a consistência dos dados que informam seus argumentos? Comparou os objetivos com os resultados alcançados? A redação do texto está clara, sem ambiguidades textuais?
  • Você leu, compreendeu e concordou com as políticas editoriais da Revista Agrogeoambiental?

Diretrizes para Autores

ORIGINALIDADE
A Revista Agrogeoambiental publica apenas trabalhos inéditos, que não estejam aguardando avaliação, revisão ou publicação por outro periódico.
Trabalhos já publicados na forma de resumos, resumos expandidos, trabalhos de conclusão de curso, dissertações ou teses poderão ser publicados na Agrogeoambiental após análise e apreciação da comissão editorial. Resguarda-se a decisão final sobre o trabalho para a comissão editorial, que poderá rejeitar um trabalho contendo informações já disponíveis na internet.


ABRANGÊNCIA
Periódico científico e tecnológico nas áreas de Ciências Agrárias e Meio Ambiente, a Revista Agrogeoambiental publica trabalhos originais das áreas de Agronomia, Ecologia, Engenharia Agrícola, Engenharia Florestal, Geologia, Geomática, Silvicultura e Zootecnia.


TIPOS DE TRABALHOS
A revista recebe trabalhos, preferencialmente, de pesquisadores doutores ou elaborados em coautoria com pesquisadores doutores vinculados a instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais nas seguintes modalidades:
Artigo Científico: Trata-se de um relato completo de trabalho experimental. O texto deve representar processo de investigação científica coeso e propiciar seu entendimento, com exposição coerente das informações, de modo a possibilitar a reprodução do experimento. Deve ser elaborado em até 20 páginas, com parágrafo em espaçamento entre linhas de 1,5.
Short Communication: Trata-se de um relato completo, porém mais conciso. Deve possuir os mesmos critérios de qualidade e relevância que o artigo científico e representar uma contribuição significativa para as áreas de abrangência do periódico. Deve ser elaborada em até 12 páginas, com parágrafo em espaçamento entre linhas de 1,5.
Revisões Bibliográficas: Em caráter excepcional ou a convite do editor, poderão ser publicadas revisões bibliográficas, desde que contenham sólida abordagem do conhecimento científico e perspectiva crítica sobre o assunto abordado.


IDIOMAS
A Revista Agrogeoambiental aceita submissões em português, inglês e espanhol.
Se o artigo for aceito para publicação, o autor deverá traduzir a versão aprovada para a língua inglesa. A tradução deverá ser feita por especialista no idioma e com conhecimento dos termos técnicos da área, o que deve ser comprovado por meio de uma declaração ou certificação do tradutor atestando o serviço.
Caso o autor se interesse, a Revista pode indicar empresas especializadas no serviço. Destaca-se, entretanto, que a Agrogeoambiental não tem parceria com essas empresas, ficando a decisão de contratar o serviço a critério do autor.
Os custos relativos à tradução do trabalho são de responsabilidade dos autores, concordando com essa necessidade no momento da submissão.


DATAS E PRAZOS
O trabalho pode ser submetido em qualquer época do ano na plataforma on-line em http://www.ifsuldeminas.edu.br/agrogeoambiental.
A Revista Agrogeoambiental é trimestral, publicada em março, junho, setembro e dezembro. Se aceito, o trabalho será publicado em uma das quatro edições regulares.
Os artigos serão publicados de acordo com a ordem de aprovação.

POLÍTICA CONTRA PLÁGIO E MÁS-CONDUTAS EM PESQUISA

 


ESTRUTURAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO MANUSCRITO
Seções comuns do artigo científico
Título: Máximo de quinze (15) palavras em letras minúsculas, exceto pela primeira letra ou quando as regras de ortografia exigirem.
Subtítulos: Use fonte Times New Roman, negrito, corpo 12, somente a inicial maiúscula, separados do corpo do texto por dois espaços. Não use numeração.
Indicação de autoria: Deve ser feita por cada um dos autores conforme o modelo:
Nome completo do autor. Instituição de ensino ou pesquisa, vínculo com a instituição (se houver). E-mail. Endereço para correspondência.
Em trabalhos com dois ou mais autores, esse modelo deve ser atendido por cada autor.
Observação: Serão aceitos, no máximo, seis autores por artigo. No caso de maior número de autores, favor elaborar uma carta à comissão editorial justificando a participação dos autores, descrevendo-se a colaboração de cada um no trabalho.
Autores e coautores são igualmente responsáveis pelo trabalho, de modo que devem ser capazes de assumir publicamente a responsabilidade pelo seu conteúdo. Antes de incluir um colaborador como coautor do manuscrito, analise a participação na concepção, delineamento e/ou análise e interpretação de dados, bem como a contribuição intelectual para a redação do manuscrito.
Há contribuições que merecem reconhecimento, no entanto não justificam autoria, por exemplo, o apoio financeiro ou coleta de dados. Nesses casos, sugerimos que o reconhecimento pela contribuição seja feito no campo destinado aos AGRADECIMENTOS.
Resumo: Deve ser elaborado de forma coerente e coesa, contendo no máximo 250 palavras. Deve conter informações sobre o objetivo do trabalho, materiais e métodos utilizados, resultados e conclusão.
Palavras-chave: De três a seis palavras-chave, somente a inicial com letra maiúscula, separadas por ponto final. Não utilizar palavras já citadas no título.
Introdução: Deve apresentar a justificativa para a realização do trabalho, situar a importância do problema científico a ser solucionado e estabelecer sua relação com outros trabalhos publicados sobre o assunto.
Material e métodos: Deve apresentar a descrição do local, a data e o delineamento do experimento e indicar os tratamentos, o número de repetições e o tamanho da unidade experimental. Os materiais e os métodos devem ser descritos de modo que outro pesquisador possa repetir o experimento.
Resultados e discussão: Todos os dados apresentados em tabelas ou figuras devem ser discutidos. As novas descobertas devem ser confrontadas com o conhecimento anteriormente obtido.
Conclusão: Deve apresentar, de forma objetiva e concisa, as novas descobertas da pesquisa, utilizando verbos no presente do indicativo.
Agradecimentos: Se houver, devem ser claros e diretos e conter o motivo do agradecimento.
Referências: Devem listar todas as referências citadas no corpo do texto em ordem alfabética, seguindo a NBR 6023:2018 da ABNT (veja o item “modelos de referências” disponível abaixo).
=> As citações no corpo do texto devem ser feitas utilizando o sistema autor/data – conforme NBR 10520:2002, como no exemplo:
Barros (2008) ou (BARROS, 2008); Souza e Câmara (2013) ou (SOUZA; CÂMARA, 2013); Figueiredo et al. (2014) ou (FIGUEIREDO et al., 2014).
Revisão textual: Antes de submeter seu manuscrito faça uma revisão textual. A qualidade, clareza e objetividade do texto facilitam a avaliação do conteúdo.

FORMATAÇÃO
● As páginas devem ser em tamanho A4, com margens de 2,5 cm, devidamente numeradas, porém sem cabeçalhos ou rodapés.
● O texto deve ser escrito em uma única coluna.
● Fontes:
> Título: Times New Roman, negrito, corpo 14, centralizado, espaçamento 1,5 entre linhas.
> Subtítulos: Times New Roman, negrito, corpo 12, separar do corpo do texto por dois espaços.
> Corpo do texto: Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,5 entre linhas.
> Identificação e legendas de tabelas ou figuras e notas de rodapé: Times New Roman, corpo 10, espaçamento simples entre linhas.
● O título de tabelas e figuras deve aparecer imediatamente acima do corpo da tabela ou figura. As legendas e a fonte da tabela ou figura devem aparecer logo abaixo.
● As tabelas devem ser criadas utilizando ferramenta compatível com o editor de texto – não enviar tabelas coladas como figura.
● As tabelas, figuras e gráficos devem ser inseridos no texto logo após a primeira vez que forem mencionados e devem também ser enviados separadamente, em formato jpg ou gif, no campo destinado aos documentos suplementares da plataforma da Revista.
Sugere-se que não sejam utilizadas figuras ou tabelas que ultrapassem a extensão de uma página.
● As equações deverão ser editadas utilizando software compatível com o editor de texto e as variáveis deverão ser identificadas logo após a equação.
● Deverá ser adotado o Sistema Internacional (SI) de medidas.


INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO
● No momento de submissão do manuscrito na plataforma, deverão ser inseridos os dados completos de todos os autores (no máximo seis).
Observação: Não será permitida a inclusão de novos autores após a aprovação do trabalho.
● O documento deve ser submetido em formato editável - odt (Open Document) ou doc (Microsoft Word);
● Ao submeter o manuscrito em formato editável, não é necessário suprimir informações de autoria. Antes de ser distribuído para a avaliação cega por pares, o trabalho é formatado de modo que todas as marcas de autoria são retiradas e o documento é convertido para o formato PDF;
● Organize o artigo conforme as seguintes NBR da ABNT (Normas Brasileiras da Associação Brasileira de Normas Técnicas):
> NBR 6023:2018 = referências bibliográficas.
> NBR 10520:2002 = sistema autor/data de citação no corpo do texto de referências bibliográficas
Opcionais:
> NBR 6028:2003 = como elaborar resumos.
● O autor pode acompanhar a situação do trabalho submetido acessando sua página de usuário.
(A ser inserido em link)


MODELOS DE REFERÊNCIAS
Livro
Como está no texto:
Usamos a teoria de produção descrita por Bilas (1993) para estudar a recomposição de matas ciliares (DURIGAN; NOGUEIRA, 1990).
Como está nas referências bibliográficas:
BILAS, R. A. Teoria microeconômica. 12 ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1993. 120 p.
DURIGAN, G.; NOGUEIRA, J. C. B. Recomposição de matas ciliares. São Paulo: IEF, 1990.
=> Para mais de três autores, no corpo do texto cite o primeiro autor acompanhado da expressão “et al.” e nas referências bibliográficas opte por citar todos os autores:
WALLER, G. R.; MAGÁN-CAÑADAS, J. J.; DURIGAN, G.; NOGUEIRA, J. C. B. Caffeine Autotoxicity in Coffea Arabica L. The Science of Allelopathy. Nova York: John Wiley, 1986.
Os graus de parentesco nos nomes, como Filho, Neto, Júnior não são considerados sobrenomes, assim, a referência deverá ficar da seguinte forma:
ARBEX JUNIOR, J. Nacionalismo: o desafio à nova ordem pós-socialista. São Paulo: Scipione, 1993. 104 p.
Capítulo de livro
Como está no texto:
A germinação também pode estar ligada aos alcaloides naturais da própria semente, como, por exemplo, a cafeína (WALLER et al., 1986).
Como está nas referências bibliográficas:
WALLER, G. R.; MAGÁN-CAÑADAS, J. J.; DURIGAN, G.; NOGUEIRA, J. C. B. Caffeine Autotoxicity in Coffea Arabica L. In: PUTNAN, A.; TANG, C. S. The Science of Allelopathy. Nova York: John Wiley, 1986. p. 243-263.
Artigo de periódico disponível ou não em meio eletrônico
Como está no texto:
A pulverização de produtos fitossanitários é muito utilizada para proteger plantações contra pragas (FERREIRA et al., 2007).
Como está nas referências bibliográficas:
FERREIRA, M.C.; WALLER, G. R.; MAGÁN-CAÑADAS, J. J.; DURIGAN, G.; NOGUEIRA, J. C. B. Fatores qualitativos da ponta de energia hidráulica ADGA 110015 para pulverização agrícola. Engenharia Agrícola, v. 27, n. 2, p. 471-478, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/eagri/v27n2/a16v27n2.pdf. Acesso em: 10 set. 2009.
Em caso de periódico disponível somente em mídia impressa, siga o mesmo exemplo, apenas retire o trecho “Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/eagri/v27n2/a16v27n2.pdf. Acesso em: 10 set. 2009.
Trabalhos em eventos
Como está no texto: .... Vargas et al. (2013) ou (VARGAS et al., 2013)
Como está nas referências bibliográficas:
VARGAS, L.; GAZZIERO, D.; AGOSTINETTO, D.; KARAM, D.; ADEGAS, F. Manejo de resistência em sistemas de cultivo soja/milho. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO NORDESTE, 2., 2013, Campina Grande. Desafios, avanços e soluções no manejo de plantas daninhas: palestras. Brasília, DF: Embrapa: SBCPD, 2013.
Dissertação de mestrado ou tese de doutorado
Como está no texto:
O clima é do tipo Köppen (CWa), com temperatura média anual de 21°C e a média pluviométrica anual é de 1.824 mm (MARQUES, 2003).
Como está nas referências bibliográficas:
MARQUES, H. S. Uso de geotecnologias no estudo das relações entre solos, orientação de vertentes e o comportamento espectral de áreas cafeeiras em Machado, Minas Gerais. 2003. 82 p. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Lavras, Lavras.

Política de Privacidade

Todos os dados pessoais requisitados de leitores, autores, avaliadores e bibliotecários
serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, sendo assim,
ao realizar seu cadastro, o usuário dá seu consentimento para o tratamento dos dados
informados em conformidade com a Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018.