Adubação potássica e época de semeadura em soja para a produção de etanol

Márcio Toller, Joenes Mucci Peluzio, Evandro Reina, Maria Dilma de Lima, Celso Hackenhaar, Neusa Hackenhaar

Resumo


A cadeia produtiva do biodiesel gera coprodutos, como o melaço, com potencial para produção de biodiesel e que pode agregar valor e gerar outras fontes de renda para os produtores. Neste sentido, no presente estudo foram avaliados cultivares em diferentes épocas de semeadura quanto à eficiência de uso de potássio para teor e rendimento de carboidratos, visando à produção de etanol na região centro-sul do Estado do Tocantins. No ano agrícola de 2013/2014, foram realizados quatro
ensaios de competição de cultivares, dois instalados em 05/12/2013 e dois em 23/01/2014. Em cada época, foram utilizadas duas doses de potássio, sendo uma alta (200 kg.ha-1 de K2O) e outra baixa (40 kg.ha-1 de K2O). Foi utilizado o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições e sete tratamentos: BRS 333, BRS 33871, BRS 325, M 9144, P 98Y70, TMG 1180 e TMG 1288. Em semeaduras tardias e sob alta dose de potássio (200 kg.ha-1 K2O), houve um maior acúmulo de açúcares redutores totais nos grãos. Altas temperaturas e baixos índices pluviométricos; a fase de enchimento de grãos favorece o acúmulo de açúcares redutores totais nos grãos. Os cultivares TMG 1288 RR, sob alto e baixo potássio, e TMG 1180 RR, sob baixo potássio, são promissores para produção de etanol, sendo este último também eficiente quanto ao uso de potássio.

Palavras-chave


Biocombustível. Doses de potássio. Épocas de plantio. Glycine max. Produção de álcool.

Texto completo:

PDF

Referências


CHAVES FILHO, J. T.; STACCIARINI-SERAPHIN, E. Alteração no potencial osmótico e teor de carboidratos solúveis em plantas jovens de lobeira (Solanumlycocarpum St.-Hil.) em resposta ao estresse hídrico. Revista Brasil. Bot., São Paulo, V. 24, n. 2, p. 199-204, 2001.

COSTA, N. H. A. D.; SERAPHIN, J. C.; ZIMMERMANN, F. J. P. Novo método de classificação de coeficientes de variação para a cultura do arroz de terras altas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 37, n. 3, p. 243-249, 2002.

CRUZ C. D. Programa Genes: Aplicativo computacional em genética e estatística. Versão Windows, Viçosa, UFV, 2007.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa, MG: Imprensa Universitária, p. 480, 2007.

EMBRAPA. Tecnologia de produção de soja – Região central do Brasil. Londrina, Sistemas de Produção, n. 16, 2013.

FEHR, W. R. et al. Stage of development descriptions for soybeans, Glycine max (L.) Merrill. Crop Science, Madison, v.11, n. 6, p. 929-931, 1971.

FISCHER, K. S.; JOHNSON, E. C.; EDMEADS, G. O. Breeding and selection for drought resistance in tropical maize. México: CIMMYT, p. 16, 1983.

FLOSS, E. L. Fisiologia das plantas cultivadas: o estudo do que está por trás do que se vê. Passo Fundo: UPF, 2011.

GUBIANI, E. I. Crescimento e rendimento da soja em resposta a época de semeadura e arranjo de plantas. 2005, Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

INMET - Instituto Nacional de Meteorologia. Disponível em: < www.inmet.gov.br/>. Acesso em: jul. 2015.

LACERDA, C. F.; FILHO, J. E.; PINHEIRO, C. B. Fisiologia Vegetal. Fortaleza: UFC, 2007. Disponível em: . Acesso em: jul. 2015.

MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Ceres, 2006.

MALDONADE, I. R.; et al. Comunicado técnico 85 - Protocolo para determinação de açúcares totais em hortaliças pelo método de DNS. Brasília, 2013. Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2015.

MAPA. Balança comercial do agronegócio brasileiro. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2015.

PAULA, S. A. Influência da temperatura de cultivo e doses de fósforo no solo na composição bioquímica de sementes de soja. Tese. Viçosa, UFV, 2011.

SEDIYAMA, T.; SILVA, F.; BORÉM, A. Soja – do plantio à colheita. UFV, Viçosa, 2015.

SIQUEIRA, P. F. Production of bio-ethanol from soybean molasses by Saccharomyces cerevisae. Dissertação (Mestrado em Processos Biotecnológicos). Curitiba: UFP, 2007.

SILVA, F. de A. S.; AZEVEDO, C. A. V. Principal ComponentsAnalysis in the Software Assistat-StatisticalAttendance. In: WORLD CONGRESS ON COMPUTERS IN AGRICULTURE, 7, Reno-NV-USA: American Society of Agricultural and Biological Engineers, 2009.

STEINER, F.Balanço de potássio no sistema solo-planta influenciado pela textura e adubação potássica em solos tropicais. Unesp, Botucatu, 2014. Disponível em: < http://hdl.handle.net/11449/110938>. Acesso em: 19 mar. 2015.

VIEIRA, F. C. F.; et al. Aspectos fisiológicos e bioquímicos de cultivares de soja submetidos a déficit hídrico induzido por PEG 6000. Biosci. J., Uberlândia, v. 29, n. 2, p. 543-552, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v10n220181114

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.