Crescimento e produtividade de híbridos de milho semeados na segunda safra em Sinop (MT)

IVAN VILELA ANDRADE FIORINI, CASSIANO SPAZIANI PEREIRA, EZEQUIEL GIESE, HÉLCIO DUARTE PEREIRA, Felipe Ribeiro Resende, Adriano Alves da Silva

Resumo


O objetivo com o trabalho foi avaliar o crescimento e a produtividade de híbridos de milho semeados na “safrinha” na região norte de Mato Grosso. Assim, foram instalados seis experimentos semeados em intervalos de 7 dias em Sinop-MT. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro repetições. Os três híbridos simples e precoces utilizados foram: Maximus, Truck (Syn7316) e Status (Syn7205) e as épocas de semeadura ocorreram em intervalos de 7 dias a partir da data base de 26/01/2014. As épocas de semeaduras em Dias Após a Data Base (DADB) foram: 1ª - 26/01/2014(0 DADB); 2ª - 02/02/2014(7 DADB); 3ª - 09/02/2014(14 DADB); 4ª - 16/02/2014(21 DADB); 5ª - 23/02/2014(28 DADB) e 6ª - 02/03/2014(35 DADB). Foram analisados a altura de plantas, diâmetro de colmo, área foliar, teor relativo de água nas folhas e produtividade de grãos. Os híbridos não diferiram para as características avaliadas, assim como não houve interação entre híbridos e épocas de semeadura. Já o fator épocas de semeadura afetou significativamente todas as características. As semeaduras tardias realizadas dos 21 aos 35 DADB, no ano agrícola 2013/2014, proporcionaram incrementos na produtividade de grãos.

Palavras-chave


Zea Mays L. Teor relativo de água. Sucessão de culturas. Área foliar.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, P. V; SABOYA, L. M. F.; NETO, J. D.; OLIVEIRA, F. S.; BEZERRA, J. R. C.; FARIA, C. H. A. Disponibilidade energética para a cultura da cana-de-açúcar nos tabuleiros costeiros do estado da Paraíba. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 18, n.10, p. 1031-1038, 2014.

AMARAL FILHO, J. P. R.; FORNASIERI FILHO, D.; FARINELLI, R.; BARBOSA, J. C. Espaçamento, Densidade Populacional E Adubação Nitrogenada Na Cultura Do Milho. Revista Brasileira Ciência do Solo, v. 29, n. 1, p. 467-473, 2005.

CARMO, E. L.; JÚNIOR, D. G.; SILVA, T. R.; GOULART, M. M. P.; SANTOS, C. B; SILVA, V. R.; Desenvolvimento de plantas de milho sobre condições de sombreamento. Global Science and Technology. v. 7, n. 2, p.1-7, 2013.

CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento (2015). Acompanhamento da safra brasileira de grão: nono levantamento junho/2015. Brasília: Conab, 2015. Disponível em: Acesso em: 06 de agosto de 2015.

CRUZ, J. C.; SILVA, G. H. da; PEREIRA FILHO, I. A.; GONTIJO NETO, M. M.; MAGALHÃES, P. C. Caracterização do cultivo de milho safrinha de alta produtividade em 2008 e 2009. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 9, n. 2, p. 177-188, 2010.

DEMÉTRIO, C. S.; FORNASIERI FILHO, D.; CAZETTA, J. O.; CAZETTA, D. A. Desempenho de híbridos de milho submetidos a diferentes espaçamentos e densidades populacionais. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 12, p. 1691-1697, 2008.

FERREIRA, D. F. Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011.

FIORINI, F. V. A.; VON PINHO, R.; CAMARGOS, R.; SANTOS, A.; FIORINI, I. Relação entre a perda de água dos grãos e características agronômicas de híbridos de milho. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.14, n.1, p. 88-100, 2015.

FORSTHOFER, E. L.; SILVA, P. R. F.; STRIEDER, M. L.; MINETTO, T.; RAMBO, L.; ARGENTA, G. SANGOI, L.; SUHRE, E.; SILVA, A. A. Desempenho agronômico e econômico do milho em diferentes sistemas de manejo e épocas de semeadura. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 41, p. 399-407, 2006.

GONÇALVES, S. L.; CARAMORI, P. H.; WREGEL, M. S.; SHIOGA, P.; GERAGE, A. C. Épocas de semeadura do milho “safrinha”, no Estado do Paraná, com menores riscos climáticos. Acta Scientiarum, v. 24, n. 5, p.1287-1290, 2002.

KANG, S.; SHI, W.; CAO, H.; ZHANG, J. Alternate watering in soil vertical profile improved water use efficiency of maize (Zea mays L.). Field Crops Reseach, v. 77, p. 31-41, 2002.

KUNZ, J. H.; BERGONCI, J. I.; BERGAMASCHI, H.; DALMAGO, G. A.; HECKLER, B. M. M.; COMIRAN, F. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 11, p. 1511-1520, 2007.

LANDAU, E. C.; SANS, L. M. A.; SANTANA, D. P. Clima e solo. In: CRUZ, J. C. (Ed.). Cultivo do milho. 2009. 5. ed. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo. Sistemas de produção, n. 1. Acesso em: 10/07/2015.

LOPES, M. S.; ARAUS, J. L.; VAN HEERDEN, P. D. R.; FOYER, C. H. Enhancing drought tolerance in C4 crops. Journal of Experimental Botany, v. 62, p. 3135 3153, 2011.

PENARIOL, F. G.; FORNASIERI FILHO, D.; COICEV, L.; BORDIN L, FARINELLI, R. Comportamento de cultivares de milho semeadas em diferentes espaçamentos entre linhas e densidades populacionais, na safrinha. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 2, n. 2, p. 52-60, 2003.

PINOTTI, E.B. Avaliação de cultivares de milho em função de populações de plantas e épocas de semeadura. Tese (Doutorado em Agronomia). Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatu. 134p, 2013.

ROLIM, G. S.; CAMARGO, M. B. P.; LANIA, D. G.; MORAES, J. F. L. Classificação climática de Koppen e Thornthwaite e sua aplicabilidade da determinação de zonas agroclimáticas para o estado de São Paulo. Bragantia, v. 66, n.4, p. 711-720, 2007

SANGOI, L.; ALMEIDA, M. L.; GRACIETTI, M. A.; BIANCHET, P.; HORN, D. Sustentabilidade do colmo em híbridos de milho de diferentes épocas de cultivo em função da densidade de plantas. Revista de Ciências Agroveterinárias, v. 1, n. 2, p. 1, 2016.

SANGOI, L.; SCHMITT, A.; ZANIN, C. G. Área foliar e rendimento de grãos de híbridos de milho em diferentes populações de planta. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 6, p. 263-271, 2007.

SANS, L. M. A.; ASSAD, E. D.; GUIMARÃES, D. P.; AVELLAR, G. Zoneamento de riscos climáticos para a cultura de milho na Região Centro-Oeste do Brasil e para o Estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 9, n. 3, p. 527-535, 2001.

SILVA, A.G.; DUARTE, A.P.; PIEDADE, R.C.; COSTA, H.P.; MEIRELES, K.G.C.; BORGES, L.P. Inoculação de sementes de milho safrinha com Azospirillum e aplicação de nitrogênio em cobertura. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.14, n.3, p. 358-370, 2015.

SILVA, P. R. F.; PIANA, A. T.; MAASS, L. B.; SERPA, M. S.; SANGOI, L.; VIEIRA, V. M.; ENDRIGO, P. C., JANDREY, D. B. Adequação da densidade de plantas à época de semeadura em milho irrigado. Revista de Ciências Agroveterinárias, v.9, p. 48-57, 2010.

SICHOCKI, D.; GOTT, R. M.; FUGA, C. A. G.; AQUINO, L. A. R.; RUAS, A. A.; NUNES, P. H. M. P. Resposta do milho safrinha à doses de nitrogênio e de fósforo. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.13, n.1, p. 48-58, 2014.

PINHO, R. G. von; VASCONCELOS, R. C. de; BORGES, I. D.; RESENDE, A. V. de. Produtividade e qualidade da silagem de milho e sorgo em função da época de semeadura. Bragantia, Campinas, v. 66, n. 2, p. 235-245, 2007.

TONIN, J. M.; BRAGA, M. J.; COELHO, A. B. Efetividade de hedge do milho com contratos futuros da BM&F: uma aplicação para a região de Maringá, PR. Revista de Economia, v. 35, n. 31, p. 115-140, 2009.

TURNER, N. C. Adaptation to water deficits: A changing perspective. Australian Journal of Plant Physiology, v. 13, p. 175-190, 1986.




DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v10n420181196

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.