Sistema especialista como ferramenta de apoio às boas práticas de manejo da tilapicultura

Ana Flavia Rodrigues Seixas, Maria Conceição Peres Young Pessoa, Marcos Eliseu Losekann, Júlio Ferraz de Queiroz, Daniela A. Bosso

Resumo


A piscicultura brasileira, tem impulsionado a economia devido ao seu crescimento em
torno de 30% ao ano, como também por tratar-se de fonte de proteína de alta qualidade e pela alta
lucratividade. De origem africana, a tilapicultura está presente hoje em grande parte do território
nacional, mas ainda sofrendo as pressões por maior qualidade do produto e adoção de práticas menos
impactantes ao ambiente. Entre alguns desses impactos citam-se as poluição e interferências em níveis
de biodiversidade e de qualidade da água. Assim, o produtor carece de informação e ferramentas
que favoreçam a rápida transferência de práticas já identificadas pela pesquisa, que aumentem seu
conhecimento e agilidade na incorporação destas às atividades da propriedade. O projeto “ Manejo
e Gestão Ambiental da Aqüicultura” da Embrapa Meio Ambiente, componente do projeto em rede
Aquabrasil, vem identificando Boas Práticas de Manejo (BPM) de tilápia passíveis de uso imediato
pelo produtor a partir de sua rápida observação da propriedade. Nele, o sistema informatizado Aquisys
está em desenvolvimento para viabilizar o acesso dinâmico, via web, às avaliações e indicadores de
produção, manejo e qualidade de água em atenção às BPM de tilápia. Este trabalho apresenta uma das
ferramentas computacionais desenvolvidas: um sistema especialista de rápida avaliação de BPM na
propriedade, desenvolvido em linguagem CLIPS.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v1n32009222

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.