Delimitação da zona ripária em uma microbacia

Maria José Brito Zakia, Fernando Frosini Barros Ferraz, Antonio Marozzi Righetto, Walter de Paula Lima

Resumo


As zonas ripárias constituem parte importante da microbacia, tanto do ponto de vista estético
como ecológico, em termos de biodiversidade, e principalmente hidrológico. Elas se caracterizam
pela condição de saturação decorrente da superficialidade do lençol freático na maior parte do ano,
de modo que há predomínio de espécies tipicamente adaptadas a essas condições edáficas.
Dessa forma, do ponto de vista da conservação da saúde da microbacia e consequentemente
dos recursos hídricos, parece lógico concluir que a delimitação da zona ripária é o primeiro passo
fundamental. Essa delimitação pode ser aferida por métodos expeditos, como pela presença de
vegetação característica de áreas saturadas ou pela cor e tipo de solo.
O objetivo deste capítulo é apresentar uma metodologia de fácil aplicação para a
identificação da zona ripária de uma microbacia experimental e que possa ser empregada no
planejamento do uso do solo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v1n12009235

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.