Levantamento topobatimétrico para determinação do leito e volume da represa do “Córrego dos Pereiras”

Silvio H. Dellespostes Andolfato, Thiago Cruz Rodrigues Franco

Resumo


A fazenda do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais –
Campus Inconfidentes (IFE/SMG – Campus Inconfidentes) possui algumas represas que são
utilizadas para abastecimento de água para gado, piscicultura, irrigação de culturas anuais e perenes,
além de servirem de base para alguns estudos científicos e tecnológicos.
Uma vez que tais represas são de notória importância à fazenda do IFE/SMG - Campus de
Inconfidentes, há necessidade de que estes corpos d'água tenham seus volumes e assoreamento
calculados e registrados para futuros estudos e planejamento de uso.
Com o intuito de estabelecer um método de levantamento batimétrico simples, visando sua
empregabilidade em todas as represas da fazenda do Campus e ainda, capaz de fornecer dados para
finalidades diversas, foi realizado um levantamento batimétrico servindo de unidade demonstrativa
em uma destas represas, localizada na fazenda do IFE/SMG – Campus de Inconfidentes, ao lado da
rodovia MG-290, que interliga os municípios de Inconfidentes e Ouro Fino, próxima as coordenadas
22°18’06” S ( L(longitude)

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v1n12009243

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental


Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.