Modelagem e Simulação no Âmbito da Hidrologia

Vassiliki Terezinha Galvão Boulomytis

Resumo


A modelagem hidrológica pode ser considerada como um conjunto de ferramentas destinadas ao cálculo e à representação de dados que possibilita a previsão de eventos, a realização
de projetos, o gerenciamento dos recursos hídricos, além de outros tipos de aplicação. No entanto, devido à variabilidade na ocorrência dos processos hidrológicos, escassez e dificuldade na
obtenção de dados levantados em campo, os modelos conceituais vêm sendo combinados com
os físicos e empíricos, utilizando-se de novas técnicas, entre elas, o sensoriamento remoto e o
geoprocessamento para a coleta, processamento, análise e geração de resultados. Neste trabalho
será apresentada a base conceitual e a importância do conhecimento do tipo de ferramenta que
se deseja utilizar para a implementação ou uso de um modelo hidrológico, para que deste modo
seja possível verificar a possibilidade do mesmo ser de fato desenvolvido.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v3n12011298

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental


Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.