Descrição de critérios utilizados atualmente para compor as listas de espécies ameaçadas e endêmicas

Bruno Senna Corrêa, Júlio Neil Cassa Louzada, Aloysio Souza de Moura

Resumo


Atualmente observa-se uma crescente perda da diversidade biológica nos principais Biomas e ecossistemas do planeta. A real dimensão desta perda é um parâmetro pouco conhecido
pela população em geral. Normalmente são discutidos pontos isolados, sem argumentação e
sem base científica, para se justificar o desaparecimento de algum taxa na natureza. Dessa forma, buscando padronizar os critérios para avaliar a real distribuição das espécies nos principais ambientes terrestres do planeta, discute-se neste trabalho os critérios científicos e mensuráveis estabelecidos pela União Mundial para a Natureza (IUCN). Valoriza-se dessa forma o esforço da
organização que, associado a outras organizações internacionais (CI, WWF, NGS) e nacionais (SAVE Brasil, Pró-carnívoros) podem proporcionar bons resultados para manutenção e conservação da diversidade biológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v3n12011307

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.