Adição de Resíduos Orgânicos ao Substrato para Produção de Mudas de Café em Tubete

Sérgio Luiz San-tana de Almeida, Franciane Diniz Cogo, Bruna Oliveira Gonçalves, Bruno Teixeira Ribeiro, Katia Alves Campos, Augusto Ramalho de Morais

Resumo


Com o objetivo de avaliar os efeitos dos substratos no desenvolvimento inicial de cafeeiros (Coffea arabica L.) plantados em tubetes, foi conduzido, em viveiro de café no Institu-to Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), campus Machado, no sul de Minas Gerais. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados em
esquema fatorial 3x5, com três repetições. Cada parcela foi constituída por três tubetes com capacidade volumétrica de 51 ml cada. Os fatores em estudo foram os três genótipos de Coffea arabica (Catuaí Vermelho IAC
44, Catucaí Amarelo 2SL e Mundo Novo IAC 379-19) e as cinco adições ao substrato comercial foram: húmus de minhoca, esterco bovino de curral, esterco curtido de galinha, palha curtida de café (resíduos da máquina
de beneficiamento) e, como testemunha, o substra-to comercial puro. Os tratamentos foram constituídos por 50% do produto comercial, 10% de vermiculita e 5% de areia grossa, adicionando-se aos 35% restantes os tratamentos citados anteriormente. Verificou-se a possibilidade de substituir nesta proporção o substrato comercial por fonte de material orgânico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v3n22011326

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.