Avaliação do efeito borda na distribuição da avifauna em fragmentos florestais de Cerrado

Bruno Senna Corrêa, Marcelo Passamani, Aloysio Souza de Moura

Resumo


A perda da diversidade de fauna nos ecossistemas está associada a diversos fatores. A fragmentação florestal é considerada um fator relevante nesta redução da fauna, tendo em vista suas conseqüências diretas e indiretas. A real dimensão desta perda é um parâmetro pouco conhecido pela população em geral. Os aspectos relacionados à fragmentação são amplamente discutidos, ao longo de 20 anos de estudo na Amazônia, por Laurance e colaboradores. Apesar de estudos na literatura estejam relacionados a ambientes contínuos de floresta, poucos estudos levantam estas questões par fragmentos florestais do Bioma Cerrado. Pela concepção teórica ambientes reduzidos são considerados todos influenciados por borda, ou na verdade uma grande borda. Ainda faltam parâmetros ecológicos específicos para avaliar precisamente a dimensão de uma borda e a área mínima de fragmentos florestais que já apresentam borda e interior.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v3n32011359

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.