Efeito de diferentes tratamentos químicos em cama para aves de corte

Walter Lucca, Raul Cecchin, Elias Timbola, Joilson Gradin, Matheus Schardong Lucca

Resumo


O objetivo do experimento foi avaliar diferentes tratamentos químicos em cama aviária para frango de corte. Foram 2 utilizadas 500 aves, em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos: Hidróxido de cálcio (500g/m ); Sulfato de Alumínio (500g/m ); Sulfato de cálcio (1000g/m ); Sulfato de cálcio 48% + Filosilicato Expandido 28% (500g/m ) e testemunha com quatro repetições. As amostras de cama aviária foram coletadas a cada sete dias para determinação do pH, umidade e contagem bacteriana nos meios de cultura Ágar MacConkey, Plate Count Agar (PCA). O peso das aves não se diferenciaram estatisticamente aos 42 dias, porém se observou significância na mortalidade e a conversão alimentar, entretanto em relação ao pH da cama o ideal seria após o término da segunda semana fazer nova aplicação dos produtos químicos. Todos os tratamentos foram eficazes quanto à umidade. Na contagem bacteriana com o meio PCA para mesófilas totais houve redução do desenvolvimento bacteriano, porém com o meio Ágar MacConkey para Enterobactérias totais somente o tratamento a base de Sulfato de cálcio (48%) + Filosilicato expandido (28%) se mostrou significativo (P < 0,05). Para a análise estatística utilizou-se sistema SISVAR (Sistema de Analise Estatístico e Planejamento de Sistemas, 2006).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v4n12012371

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.