Análise estatística da precipitação máxima diária anual da cidade de Uberaba e vazão mínima diária anual do Rio Uberaba

Michael Silveira Thebaldi

Resumo


Conhecer o comportamento da precipitação de uma região e vazão de cursos d’água é importante para prever períodos de seca e cheia; e para dimensionar obras hidráulicas em área agrícola ou urbana. Este trabalho executou um estudo estatístico da precipitação máxima diária anual da cidade de Uberaba (MG) e da vazão mínima diária anual do Rio Uberaba com o objetivo de identificar uma distribuição estatística que melhor descreva cada uma das características. As séries históricas de precipitação máxima diária anual e vazão mínima diária anual de Uberaba e do Rio Uberaba foram obtidas no banco de dados Hidroweb, gerido pela Agência Nacional das Águas. Pelo teste do Qui-Quadrado, foi identificado que o modelo de Gumbel para Máximo representou melhor os dados de precipitação máxima diária anual, enquanto o modelo Log-Normal 2 parâmetros representou melhor os dados de vazão mínima diária anual.
Palavras-chave: Distribuições estatísticas. Precipitação. Planejamento agrícola. Gestão dos recursos hídricos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v4n32012470

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.