Avaliação da cultura de feijão (Phaseolus vulgaris cv carioquinha) em solo contaminado por metais pesados, utilizando técnicas de microscopia eletrônica de varredura e espectrometria por dispersão de energia

Paulo Régis Viana Leite, João Vicente Zampieron

Resumo


Foi utilizada a cultura de feijão carioquinha (Phaseolus vulgaris) para determinar a sua sensibilidade em solos contaminados por metais pesados de origem industrial e doméstica. Para tanto, foram construídos quatro canteiros, sendo três com solos previamente contaminados e um canteiro como referência. Através de análises de espectrometria por energia dispersiva (EDS), pôde-se identificar os elementos absorvidos pela cultura de feijão. A análise via microscopia eletrônica de varredura (MEV), cuja função é evidenciar possíveis impactos na superfície das plantas, não apresentou qualquer alteração. A análise EDS evidenciou que a cultura de feijão não absorve metais pesados, sendo seletiva quanto à absorção de nutrientes em quaisquer de suas partes.
Palavras chaves: Metais pesados. Caracterização. Meio ambiente. Poluentes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v4n32012471

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.