Análise comparativa da arborização urbana de três cidades da região do Alto São Francisco / Minas Gerais

Luiza Coutinho Martins

Resumo


Um inventário da arborização urbana é passo essencial para a construção de uma proposta de manejo de sucesso. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho foi realizar um inventário qualiquantitativo comparativo de três áreas distintas de três cidades do Alto São Francisco em Minas Gerais: Dores do Indaiá, Luz e Santa Rosa da Serra. Foram selecionadas três áreas e realizado um inventário total dessas áreas. Foram inventariados 429 indivíduos de 40 espécies e 29 famílias botânicas. A maioria das espécies utilizadas é exótica, porém as espécies mais abundantes nas cidades, S. mole e B. forficata, são nativas. A densidade de árvores foi considerada baixa e sua diversidade foi, em geral, acima da média de outros estudos de arborização. Todas as cidades analisadas mostraram uma distribuição desigual de árvores sendo que as três espécies mais abundantes chegavam a representar mais de 50% da arborização viária. Além disso, Santa Rosa da Serra mostrou um alto índice (60%) de espécies representados por apenas um indivíduo. As arborizações mais recentes (Luz e Santa Rosa da Serra) mostraram mais influência da população (presença de frutíferas), árvores de menor porte e menos conflitos com outros componentes urbanos. O porte maior das árvores em Dores do Indaiá, estava ligado à maior frequência de interferências nessa cidade. O porte das árvores esteve relacionado também à idade da arborização. Apesar de suas peculiaridades, as três cidades enfrentam problemas comuns com suas arborizações e foi sugerido que um consórcio possa ser criado para a implementação de novas políticas públicas nessa área.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v6n22014505

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.