Degradação do solo por uso irracional da ocupação humana Estudo de Caso: Loteamento Jardim Carmem - Monte Belo (MG) - e Jardim dos Ipês – Paraguaçu (MG)

Gustavo Nogueira Paes, Filippe Carneiro Lopes, Rodolfo Henrique Marcondes, Geraldo Browne Ribeiro Filho, Ariana Vieira Silva, Marcelo Bregagnoli, Narayana de Deus Nogueira Bregagnoli

Resumo


Este trabalho tem como objetivo discutir o processo de ocupação do solo urbano a partir da implantação de dois loteamentos: Loteamento Jardim Carmem, localizado na cidade de Monte Belo (MG) e Jardim dos Ipês, localizado na cidade de Paraguaçu (MG). Mais especificamente visa discutir o processo de degradação do solo nos loteamentos, em razão da inadequação das medidas técnicas adotadas para sua implantação, resultando em processos erosivos e de degradação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v1n12013568

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.