Probabilistic models for estimation extreme values of watershed flow rates

Leandro Campos Pinto, Pedro Terra Lima, João José da Silva Junior

Resumo


Analisou-se, neste trabalho, a aplicação de modelos de probabilidade às séries históricas de vazões máximas e mínimas diárias anuais para diversos períodos de retorno no rio Itabapoana, localizado entre a divisa dos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro. A série histórica compreende as vazões máximas e mínimas anuais entre 1968 e 2007 resultando em 40 anos de dados. Na verificação da adequação das distribuições, foram utilizados os testes de Kolmogorov-Smirnov e Qui-quadrado. Observou-se que, para as vazões máximas, as distribuições que obtiveram maior aderência foram a Log-normal 2e 3 parâmetros e para as vazões mínimas, as distribuições Weibull e Gama. Com isto,puderam-se estimar com maior grau de confiabilidade, as vazões máximas e mínimas para o rio Itabapoana.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v7n12015602

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.