Avaliação de modelos de estimativa da evapotranspiração de referência em Sobral - CE

Aureliano Albuquerque Ribeiro, Marcelo Simeão, Jordânia Medeiros Soares, Regiana Santos Moura

Resumo


O presente trabalho teve  por objetivo avaliar, para as condições de Sobral- CE, diferentes métodos de determinação da evapotranspiração de referência (Hargreaves-Samani, Thornthwaite, Camargo, Jensen-Haise e Ivanov ) comparando-os com o método padrão de Penman-Monteith-FAO. Os dados meteorológicos foram obtidos entre o período de janeiro de 2012 a dezembro de 2012 na estação meteorológica automática, do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), especificamente da unidade situada em Sobral, CE com coordenadas geográficas de 3°41’03” de latitude sul, 40°20’24” de longitude oeste Greenwich. Foram quantificados valores mensais das temperaturas máxima (Tmáx), média (Tméd) e mínima (Tmín), umidade relativa máxima do ar (URmáx), umidade relativa média do ar (URméd), umidade relativa mínima do ar (URmín), radiação solar (Rs), precipitações e velocidade do vento a 2m (Vv). O uso do modelo de Jensen-Haise (EToJH) apresentou o melhor desempenho na estimativa mensal da evapotranspiração de referência nas condições de Sobral, CE.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v7n42015660

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.