A pesquisa e o desenvolvimento tecnológico na cafeicultura brasileira

Wellington Marota Barbosa, Marcelo Bregagnoli, Eder José da Costa Sacconi

Resumo


Neste trabalho, objetivou-se realizar um diagnóstico do desenvolvimento tecnológico nacional da cafeicultura a partir da análise do número de artigos publicados e do número de patentes depositadas no Brasil. Buscas avançadas de publicações científicas e de patentes dos últimos dez anos na área da cafeicultura foram realizadas e os dados obtidos foram analisados e divididos por classes em função da data e grandes áreas da cafeicultura. A cultura de inovação para o setor cafeeiro no país ainda não está consolidada, havendo a necessidade de inovações para sanar gargalos importantes da cadeia do agronegócio do café, sendo importante a remodelação da interação entre academia e setor produtivo. Há necessidade de formulação de uma política pública específica, de investimentos e realização de parcerias para desenvolvimento de produtos e processos que permitam agregar valor às commodities agrícolas, inclusive ao café, pelo beneficiamento do produto a ser exportado.

Palavras-chave


café; inovação na cafeicultura; proteção intelectual.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v7n32015686

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.