Efeito da salinização e da época de dispersão das sementes na emergência de plântulas de candeia (Eremanthus erythropappus)

Flávia Freire de Siqueira, Lilian Vilela Andrade Pinto, Ademir José Pereira

Resumo


Eremanthus erythropappus é uma espécie florestal nativa encontrada em grandes altitudes e
contém pequenas exigências quanto ao clima, altidude, época de dispersão e exposição à saliniza-
ção, para que ocorra a formação de um novo candeal. A espécie possui grande interesse econômico
devido ao óleo (alfabisabolol) que é extraído de toda a planta. Os objetivos deste estudo foram: i)
avaliar a influência do índice salino de diferentes adubos na emergência de plântulas de E. erythropappus; ii) indicar uma adubação para a semeadura direta desta espécie; iii) avaliar se a emergência
de plântulas de candeia acompanham a sua época de dispersão. A semeadura realizada em viveiro
ocorreu no inverno e na primavera em caixas de isopor de 15 x 10 cm dispostas no delineamento
inteiramente casualizado com 4 tratamentos (superfosfato simples, esterco bovino, formulado NPK
8-28-16 e testemunha) e 4 repetições com 100 sementes por caixa. A avaliação da emergência das
plântulas foi diariamente durante 30 dias a partir da semeadura. Com os resultados obtidos podese concluir que a adubação com superfosfato simples, por apresentar baixo índice salino, é a mais
eficiente para a semeadura direta em viveiro, podendo, portanto ser extrapolada para as condições
de campo; e que a semeadura direta deve ocorrer na estação da primavera, período que corresponde
a dispersão das sementes desta espécie.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v1n2200971

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.