Efeito de doses de herbicida inibidor de fotossitema II em plântulas de Brachiaria decumbens spp.

Kathery Brennecke, Vera Lucia Monelli Sossai, Flávia Maria Ferraz, Bruno Almeida Carmelindo

Resumo


Por meio deste trabalho buscou-se avaliar o controle de sementes Brachiaria decumbens com o uso de diferentes doses de herbicida pré-emergente. Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Fitotecnia da Universidade Camilo Castelo Branco, foram utilizadas sementes de Brachiaria decumbens, submetidas a quatro tratamentos com quatro repetições, sendo doses de (0, 500, 1000 e 1500 mg.L-1) do herbicida, sendo dispostos no delineamento inteiramente ao acaso. Como Herbicida, foi utilizado o produto Combine* 500 SC que, e em sua composição tem-se (5-tert-butyl-1,3,4-thiadiazol-2-yl)-1,3-dimethylurea, Tebutiurom 500 g/L (50,0% m/v). As sementes foram imersas por 2 horas respectivamente em suas dosagens, após isso foram separas e colocas em papel de germitest. Logo em seguida os papéis foram enrolados e levados ao germinador com temperatura variando de 25 a 30ºC por um período de 14 dias. Ao quatorze dia de germinação foi feita a contagem da porcentagem de plântulas germinadas e leitura do comprimento da parte aérea e raiz, onde foi constatada que todas as variáveis foram afetadas pelo aumento das dosagens do herbicida Combine. A subdose aumentou o crescimento da parte aérea das plântulas.


Palavras-chave


controle de germinação, controle químico, plantas daninhas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v7n42015786

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.