Quantificação de esporos de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) em solo sob diferentes cultivos de cafeeiros

Ana Maria Durazzini, Manoel Araújo Teixeira, Angélica Aparecida Adami

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a possível influência da cafeicultura implantada em Sistema Agroflorestal (SAF) e em Sistema Convencional de Produção (SCP), sobre os FMA’s. As amostragens das áreas de estudo, foram coletadas em Agosto de 2012 (época seca do ano). Os esporos foram extraídos pelo método do peneiramento úmido, e suas respectivas contagens foram realizadas 24 horas depois de realizada a técnica de extração dos mesmos, com o auxílio de microscópio estereoscópico. Os dados estatísticos foram tratados no software Statistica 2009, através da avaliação do DP (desvio padrão) dos valores e relação das médias através do Teste de Tukey (p<0,05). O menor número de esporos encontrados sob o cultivo de SCP foi de 103 unidades/50 mL de solo, e o maior foi de 142 unidades/50 mL de solo. O menor número de esporos encontrados sob o cultivo de SAF foi de 275 unidades/50 mL de solo, e o maior foi de 319 unidades/50 mL de solo. Os números de esporos de FMA’s encontrados neste presente estudo, foram maiores na área sob cultivo de SAF em comparação à área sob cultivo de SCP, portanto, houve influência do tipo de manejo conduzido nas culturas de café.


Palavras-chave


Agrofloresta; Microbiologia; Micorrizas; Esporos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v8n42016923

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.