Análise temporal das classes de uso e ocupação da terra na bacia hidrográfica do Rio Vieira, Montes Claros, Minas Gerais

Kelly de Oliveira Barros, Gustavo Eduardo Marcatti, Fabrício Rodrigues Costa, Julianne de Castro Oliveira, Carlos Antonio Alvares Soares Ribeiro, Vicente Paulo Soares, Elias Silva

Resumo


Este trabalho pautou-se na análise temporal do uso e ocupação da terra da bacia hidrográfica do rio Vieira, Montes Claros (MG). As classificações supervisionadas das imagens do satélite TM/LANDSAT-5 dos anos de 1990, 1995, 2000 e 2005 foram feitas no software ArcGIS 10.0. Identificaram-se as classes Área urbana, Vegetação, Área agrícola/Pastagem e Solo exposto. A exatidão global de todas as classificações, medida pelo índice Kappa, foi de qualidade Excelente. Observou-se, no período analisado, uma constante tendência de aumento das classes Área urbana e Solo exposto, enquanto que as classes Vegetação e Área agrícola/Pastagem apresentaram respostas variadas. O aumento da classe Solo exposto, relacionado com o aparecimento de novas áreas na bacia em estudo, indica forte tendência à degradação da bacia hidrográfica do rio Vieira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v5n22013441

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.