Dinâmica do uso e ocupação da terra na microbacia do Ribeirão São Bartolomeu - Viçosa, MG

Tássia Alves Costa, Vicente Paulo Soares, Carlos Antonio Alvares Soares Ribeiro, José Marinaldo Gleriani

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo principal mapear as classes de uso e ocupação da terra nos anos de 1963, 1987 e 2007, na microbacia do ribeirão São Bartolomeu, situada no município de Viçosa, Minas Gerais. Para cobrir toda a área de estudo foram necessárias 8 fotografias aéreas de 1963, 4 ortofotocartas de 1987 e 2 imagens IKONOS II de 2007, sendo que as mesmas foram unidas para formar seus respectivos mosaicos. Em seguida, utilizando-se das ferramentas de geoprocessamento, foram mapeadas as áreas de 9 classes de uso da terra em cada um dos anos citados, a saber: Agricultura, Área Urbana, Benfeitoria, Cafezal, Floresta Nativa, Floresta Plantada, Lagos, Pastagem e Vias de Acesso, mediante interpretação visual em tela. Como principais resultados, citam-se: a classe predominante na área de estudo foi a de Pastagem, que ao longo do tempo, se manteve no patamar de 50%; as classes de Cafezal, Agricultura e Área Urbana experimentaram grandes expansões do ano de 1963 para os anos de 1987 e 2007; a classe de Floresta Nativa sofreu pequenas alterações entre as datas avaliadas,tendo permanecido próximo de 30% da área de ocupação. O presente trabalho permitiu avaliar, de forma eficiente, a dinâmica de mudanças das classes de uso e cobertura da terra ao longo de 44 anos, as quais constituem-se em importantes ferramentas de planejamento à tomada de decisão.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v5n22013480

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.