Índices de crescimento de Brachiaria brizantha cv. Marandu adubadas com fontes e doses de silício

Kathery Brennecke, Isac Silveira Baptista Jr, Thiago Rossi Simões, Thiago Albuquerque Tassim, Gabriela Strozzi

Resumo


Oobjetivo do experimento foi avaliar características morfométricas de Brachiaria brizantha cv. Maranduadubadas com fontes de silício orgânico e inorgânico e doses representativas à 0, 100, 150, 200 e 250 kg.ha-1.O delineamento utilizado foi de parcelas sub-divididas em um fatorial de 2 x 5x 5 (fontes de silício x doses de silício x repetições). Foram avaliados comprimentofinal de folhas e colmo, taxa de alongamento foliar e de colmo e intervalo de aparecimento foliar. Ocomprimento final das folhas foi significativo em função das fontes de silícioutilizadas, porém observam-se diferenças (p<0,01) a partir da quarta folha.Na taxa de alongamento foliar, assim como no intervalo de aparecimento foliar,e taxa de aparecimento foliar não apresentaram diferenças estatísticassignificativas quando estudado as fontes de silício nem quando estudado asdoses, o mesmo ocorrendo para o alongamento de colmo e o tamanho final decolmo. Conclui-se que tanto as fontes como as doses de silício não diferiramentre si e não influenciaram as medidas morfofisiológicas do capim-Marandu.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v5n32013535

Apontamentos





Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.