Vigilância e controle da qualidade da água do Córrego Pirapitinga no município de Ituiutaba – MG

Sérgio Marcos Sanches, Silvana Gonçalves Hipólito, Eny Maria vieira, Célia Passos

Resumo


A água destinada ao consumo humano deve preencher as condições mínimas para que possa ser ingerida, o que se consegue através do seu tratamento. Nesse contexto destaca-se a importância de analisar e verificar a qualidade da água, uma vez que o consumo de água fora dos padrões de potabilidade constitui-se um fator de risco e agravo à saúde humana e dos animais que a utilizam. O presente estudo teve como objetivo analisar e verificar a qualidade da água do Córrego Pirapitinga da cidade de Ituiutaba-MG, quanto aos parâmetros físicos, químicos e microbiológicos. Foram coletadas amostras de água provenientes de quatro pontos, sendo três no Córrego Pirapitinga, e um numa vertente menor a leste. Os resultados obtidos de metais, cor, pH, turbidez e temperatura estão dentro dos valores estabelecidos pela Resolução 357 do Conama de 2005. Quanto aos parâmetros microbiológicos verificou-se que os valores encontrados para o ponto 3 está fora do valor estabelecido por esta Resolução. Cabe ressaltar, a necessidade de um contínuo monitoramento água do Córrego Pirapitinga – Ituiutaba – MG, principalmente quanto à presença dos metais Cd e Cr, pois o Córrego Pirapitinga esta localizado em áreas urbanas, e sobre forte influencia de ação antrópica como a presença de um lixão.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v6n32014677

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental


Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.