Crescimento inicial e composição química de Pereskia aculeata Miller cultivada em diferentes luminosidades

Carla Regina Amorim dos Anjos Queiroz, Cristina Maria dos Santos Moraes, Reginaldo Rodrigues de Andrade, Luiz Carlos Pavani

Resumo


A Pereskia aculeata Miller é uma hortaliça não convencional cujo consumo pode fornecer à dieta substâncias nutritivas e antioxidantes, ambas com teores influenciados pelas condições de cultivo. Foram cultivadas, a partir de sementes, plantas em sombra artificial, em meia sombra e sem sombra. Avaliou-se o crescimento em termos de massa e unidades estruturais e quantificou-se o resíduo mineral, proteínas, lipídeos, fibra em detergente neutro, fenóis e atividade antioxidante. Há influência do sombreamento no crescimento, no teor de nutrientes e metabólitos secundários. As plantas sem sombra apresentaram maior altura, número de folhas, diâmetro do colo, massa seca de caules e folhas e atividade antioxidante. As plantas totalmente sombreadas apresentaram maiores teores de cinzas, lipídeos e proteínas. Para todos os parâmetros avaliados os teores quantificados em folhas foram maiores que em caules.

Palavras-chave


análise de crescimento; antioxidantes; composição centesimal; fenóis totais Ora-pro-nóbis

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v7n42015695

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.