Cooperativismo no agronegócio: uma investigação sobre o alinhamento estratégico entre dirigentes e cooperados

Donizeti Leandro de Souza, Lilian Ferrugini, Agda Silva Prado

Resumo


Este estudo propõe diagnosticar os alinhamentos estratégicos e os conflitos de interesses entre os gestores e os cooperados de uma cooperativa agropecuária. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa com 29 cooperados e 2 gestores de uma cooperativa agropecuária do Sul de Minas Gerais, caracterizando-se como um estudo de caso. Dentre os principais resultados, identificou-se que a cooperativa deve valorizar os aspectos que envolvem os conhecimentos do estatuto, as taxas administrativas perante os cooperados, e elaborar estratégias capazes de estimular a maior participação dos cooperados nas assembleias, para que a cooperativa fortaleça a abordagem comportamental focada na confiança, transparência e comprometimento, como uma perspectiva mais viável para a criação de vantagens competitivas para a cooperativa e cooperados. Em razão da representatividade que as cooperativas possuem no setor agropecuário, o estudo se mostra relevante pela necessidade das cooperativas de atentarem ao alinhamento estratégico com os interesses dos cooperados, de forma a buscar o bem comum entre seus cooperados e o consequente fortalecimento do agronegócio da região. 


Palavras-chave


Cooperativismo. Agronegócio. Alinhamento Estratégico. Abordagem comportamental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v7n32015728

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.