Levantamento da biodiversidade de arbóreas em fragmento florestal na região Sul de Minas Gerais

Adriano Bortolotti Silva, Ronan Fontagalande Paiva, Robert Marques Oliveira, Daniele Maria Marques, Geraldo Gomes Oliveira Junior, Heliodora Jordão da Silveira Zaponi

Resumo


A flora arbórea brasileira é muito diversificada, mas as questões de identificação botânica, importância ecológica e biodiversidade ainda são pouco conhecidas. O objetivo do presente trabalho foi caracterizar a flora de fragmento florestal localizado na região de Campos Gerais-MG. O fragmento florestal foi dividido em três áreas (A, B e C) e em cada área foram locadas 15 parcelas. Todas as espécies com diâmetro altura do peito (DAP) ≥ 10,0 cm foram avaliadas e identificadas. Os índices de Shannon (H’), Equabilidade de Pielou (J’) e de Similaridade de Sørensen foram calculados para as áreas em estudo. O levantamento florístico registrou 1013 indivíduos e 77 espécies arbóreo-arbustivas, distribuídas em 63 gêneros e 29 famílias botânicas. A vegetação apresenta uma composição florística mista, com espécies típicas de matas ciliares e de cerrado, com destaque para a família Fabaceae. O fragmento florestal apresentou baixo índice de similaridade Sorensen, em torno de 20%, quando comparado com outros estudos realizados no sul de Minas Gerais. O índice de biodiversidade e equabilidade revelaram diversidade florística para as áreas B (H’= 3,10 e J’=0,82) e C (H’= 3,45 e J’=0,85), e população de 150 e 100 plantas ha-1, respectivamente. A área A apresentou menor diversidade de espécies (H’= 2,48), menor densidade populacional (55 plantas ha-1), com maior número de indivíduos nas classes com menores DAP, encontrando-se em processo inicial de regeneração.

Palavras-chave


Composição florística. Diversidade de espécies. Índice de Shannon.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v8n42016897

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agrogeoambiental

Rev. Agrogeoambiental, Pouso Alegre, MG, Brasil. e-ISSN: 2316-1817

Licença Creative Commons

A Revista Agrogeoambiental está licenciada por uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.